Há quatro décadas, reportando de São Paulo para o mundo

FAÇA PARTE DA ACE

A ACE é uma associação sem fins lucrativos criada para dar apoio ao trabalho de jornalistas estrangeiros sediados em Brasil. Mais de 30 nacionalidades já passaram pela associação, entre jornalistas que

Em 2015, reuniu 63 associados efetivos, de 23 nacionalidades, que trabalhavam para a mídia de 21 países de Europa, Asia e América.

Você mora no Brasil e trabalha para a mídia estrangeira? Junte-se a nós!

Como se tornar um membro da ACE: 

1. Realize o seu depósito na conta da associação:
Banco: Itaú
Agência: 0183
C/C: 75756-6
CNPJ: 07.852.386/0001-09
Nome: ASSOCIACAO C E ACE

2. Nos envie o comprovante por e-mail:

tesoureiro@correspondentes.org.br
Assunto: COMPROVANTE ACE 2018-2019

3. Nos envie os seguintes dados:
• Nome Completo
• Número do documento
• (RNE/Passaporte/CPF..)
• País de Origem
• Foto para a carteirinha

4. Aguarde a chegada da sua carteirinha!

 

Modelo da carteirinha

 

Como membro da ACE você tem direito a:

– Participação nas nossas entrevistas coletivas, viagens e eventos sociais;
– Carteirinha de imprensa da ACE;
– Acesso completo ao nosso novo website com as últimas informações;
– Inclusão no nosso mailing, com lançamentos interessantes;
– Participação nas assembleias e um voto nas atas e eleições;
– Descontos para atividades culturais e cursos na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP)

Valor de anuidade

Correspondentes em São Paulo ……………………. R$ 180

Correspondentes fora de São Paulo ………………. R$ 90

Correspondentes no Rio de Janeiro: contate os nossos colegas de www.acie.org.br

 

Ponte Rio – São Paulo

As Associações de Correspondentes do Rio de Janeiro e de São Paulo formalizaram um acordo de cooperação na forma de participação dos associados em ambas as instituições.

1) Correspondentes estrangeiros devem se associar à associação presente na sua cidade de residência, seja São Paulo ou Rio de Janeiro;

2) Membros residentes em outros estados poderão pagar metade da anuidade, R$ 90,00 (noventa reais) por ano, para receber às informações e atividades das duas associações  (coletivas organizadas, viagens, cafés da manhã…)

3) O valor da anuidade dará o direito de receber a carteirinha da associação de São Paulo.

Contato ACIE – Rio de Janeiro: com acie@acie.org.br

Contato ACE – São Paulo: contato@correspondentes.org.br

Rio de Janeiro/São Paulo, 28 de agosto de 2018.

SUA MENSAGEM





2016, o ano que não termina

2016, o ano que não termina
setembro 12, 2016 ACE

Depois de um mês de notícias quase exclusivamente olímpicas no Brasil, os correspondentes cobriram o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Mais uma vez, o papel da imprensa estrangeira foi importante para mostrar o que está acontecendo no país. Como associação, vamos continuar defendendo o direito de exercer a nossa profissão de forma independente e segura, tanto para nós como para os nossos colegas brasileiros, seja nos protestos ou para ter acesso as fontes necessárias para suas matérias. Além das carteirinhas que todos os membros estão recebendo e dos coletes de “imprensa internacional”, a segurança dos jornalistas precisa ser defendida e garantida.

A nossa presidente Stijntje Blankendaal, depois de 14 anos como correspondente no Brasil, decidiu voltar para Holanda com a família. Temos notícias que ela foi bem recebida e está construindo uma nova vida lá, mantendo contato com a ACE, onde dedicou tempo e energia para fortalecer o nosso grupo. Desde junho de 2015, quando pensamos a nossa diretoria, decidimos funcionar com um grupo de trabalho que permita a todos os membros uma participação ativa e regular.

Conforme previsto nos estatutos, como Vice-Presidente, continuarei o trabalho que iniciamos ano passado, sempre com o mesmo objetivo de nos apresentar para a sociedade civil e pensar em soluções para fortalecer a nossa profissão no Brasil.

Com as eleições municipais chegando, já estamos trabalhando para organizar entrevistas coletivas para os membros com os candidatos em São Paulo.

Vamos organizar em Outubro um encontro no Tubaína na primeira sexta do mês para que mais pessoas possam participar.

Lembrando que a ACE funciona com trabalho voluntário, todas as ideais e sugestões construtivas são bem-vindas.

Marie Naudascher, Vice-Presidente da ACE